Recuperação

A Suzano, maior produtora de celulose do mundo, afirma que se trata de uma questão de tempo para que os preços do produto se recuperem. Segundo a empresa, os preços terão que subir para equilibrar oferta e demanda. Ainda que a Suzano continue obtendo lucro, concorrentes têm registrado perda de dinheiro e grandes estoques mundiais mantiveram os preços 40% abaixo do pico de 2018, por mais que tenha havido aumento na demanda por papel higiênico e embalagens de papel, para armazenagem de alimentos, impulsionado pela pandemia de Covid-19. Presidente da empresa Walter Schalka afirmou, em entrevista, que a Suzano está bem posicionada no mercado, mesmo com o preço atual da celulose de US$ 460 na China, vez que seu custo caixa equivale a aproximadamente US$ 120 a tonelada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *