Parceria gigante

Bragagnolo e Contech unem-se por um mercado mais sustentável e eficiente

Localizada no oeste catarinense, em Faxinal dos Guedes, a Avelino Bragagnolo S/A é referência em produção de papel e embalagens desde 1963. Como objetivo principal, a empresa oferece o que há de mais moderno em máquinas e processos automatizados, superando, assim, as expectativas e exigências solicitadas pelos clientes e pelo mercado em que atua. Com essa filosofia, a Bragagnolo busca os parceiros ideais para melhorar a eficiência de seus processos e, desta forma, aumentar a produtividade. Mas uma condição é fundamental na escolha desses parceiros: os critérios de solidez e sustentabilidade. Foi assim que as intenções da Bragagnolo e da Contech se consolidaram. `Estamos no mercado de papel e celulose desde 1963. Nasci 1 ano depois do surgimento da fábrica. Meus pais brincam dizendo que fui criado no chão da fábrica. Agora estamos na terceira geração. Somos uma empresa familiar de capital sólido, orgulha-se Marcos A. Bragagnolo, Diretor industrial da empresa. “Produzimos o papel ondulado desde 1995. Nossa produção é verticalizada, ou seja, trabalhamos desde a produção, até a entrega do produto final ao cliente”, explica Marcos sobre o segredo do sucesso da empresa.

Presente no mercado de celulose e papel há 32 anos, a Contech fabrica e desenvolve, através de seu centro de desenvolvimento, pesquisa e tecnologia, CDT®, produtos químicos biodegradáveis e sistemas patenteados de equipamentos mecânicos de aplicação, que proporcionam à indústria alto retorno de investimento, baseados em qualidade de produtos, serviços e inteligência de processos. A parceria entre as gigantes é fundamental para melhorar o desempenho da Bragagnolo na produção de papel e embalagem para os mercados em que atua: agronegócio, frigorífico, exportação, entre outros. Mas a filosofia sustentável é o que cria forte sinergia entre as empresas.

Com geração própria de energia, que garante que sua produção seja maior que a metade do consumo, a Bragagnolo reduz o custo da fábrica e gera energia verde. A empresa ainda possui certificação de crédito de carbono. Por convenção, uma tonelada de dióxido de carbono (CO2) corresponde a um crédito de carbono. Este crédito pode ser negociado no mercado internacional. Assim, as indústrias que conseguem atingir as metas de reduções de emissões, tornam-se portadoras da certificação.

Veja mais aqui.